Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 30/05/2017

 
NO BICO DA CHANCA
Tamanho do texto: A A A A
NO BICO DA CHANCA
30/05/2017
Carlos Roberto Moura - Ticha - carlosticha@hotmail.com

Compartilhar:





TOQUE DE PRIMEIRA

1917/15 DE JULHO/2017/ - USC CENTENÁRIO: Na década de 50 o nosso Uberaba SC tinha um timão e enfrentava os melhores clubes do Brasil e alguns do exterior, mas, no Triângulo, e até mesmo aqui na terrinha, rivais engrossavam o jogo pra cima do Colorado e viviam “pegas” inesquecíveis. O Zebu importava atletas, que jogavam muita bola. Lago, Yé, Piolim, Virgílio, Romeu Peliciari e outros craques da “legião estrangeira” que vestiram, com orgulho, a camisa encarnada. Independente, com Volante, Zezé e Beta, era bem forte. Fabrício foi outro time que tinha bons jogadores, entre eles Chiquinho e Lula. Atlético do Grande Abadia tinha Capilé, Fio, Teleleco e outros; Merceana era vizinha do USC, com Oswaldo, Aylor, Alvinho e Pé de Gancho. O encrencado Nacional com Chiquito Decina, Bell, Waldomiro Moura, Chafi Abud e por aí vai. Um duelo que o torcedor gostava de ver era entre Volante, zagueiro do IAC, contra o atacante Paulinho, do USC. Uberlândia sempre foi o maior rival, os jogos no “BP” como também “JR” eram sensacionais. Fluminense e Araguari montaram boas equipes, mas não chegaram a brilhar como era esperado. Waldomiro Campos, o inesquecível Nenê Mama, vibrava mais do que nunca com as vitórias do Uberaba SC. Bons tempos de glórias e conquistas.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Motos novas, usadas, peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom. Inspeção gratuita de 21 itens.

CANELADAS

Alguns chefes de torcidas estão querendo exigir vantagens para ficar gritando e batucando nos estádios. Eles querem, também, participar dos bichos pela vitória do seu time.

Perguntaram ao Carrapicho:
- Por que você bebe?
- Para afogar as mágoas!
- E resolve?
- Que nada! Elas aprenderam a nadar!

Um sujeito volta ao médico 30 dias depois de operado, e o médico fala:
- O senhor está ótimo.
- Então já posso voltar a transar?
- Pode, mas só com sua mulher. Não quero que você se emocione.

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir ou Oscar. Construa com qualidade. 34 anos no mercado.

BOLA DE MEIA

Os times do nosso Estado não conseguiram acordar na Série D do Brasileiro. A URT do amigo Rodrigo Santana fez dois jogos e perdeu os dois. Caldense já levou duas “chapuletas”. Vila Nova conseguiu um empate.

No Infantil, o Beira Rio lidera; o Independente tem o mesmo número de pontos, mas perde no saldo de gols. Uberaba vem logo atrás. Nacional, na quarta colocação, não caminha bem. Atlético e Butantã ainda não venceram.

Parque das Américas não esperava tomar aquela goleada do Fabrício. A partida foi no Zé do Tiro e o placar de 4 a 0 certamente vai refletir no jogo da volta. Certeza que o Grená, mais uma vez, fará a festa de campeão Máster.

No Júnior, as goleadas do Pinheiros sobre Água Comprida, do Fabrício pra cima do Independente e a do Uberaba SC sobre o Corinthians fizeram a diferença na tabela. O Atlético passou pelo Arem. Boca Junior derrotou a Merceana.

BARBOSA anuncia cimento a R$ 13,70 o saco; acho que Waltinho ficou maluco! O estoque não para cair. Aproveite. Av. Dep. José Marcus Cherém, 308, fone: 3336-4111. Postos RIO BRANCO e W1- guiados pela mesma energia; credibilidade que garante a procedência do seu combustível. ELETROSOM – preço é o mínimo que a gente faz.

Na briga para chegar à terceira fase, o Amador da Série B, continua acirrada. Dividida em três chaves de seis clubes, classificando duas de cada, temos Beira Rio, V. Esperança, Atlético, Merceana, Santa Marta e São Cristóvão na frente.

Comenta-se pela cidade que dois diretores do USC que pertencem ao G5 podem jogar a toalha. Leomar Naves é um deles, mas não acredito que ele desista. Edivilson Alves não pretende continuar e pode sair depois do centenário.

Falam isso pela atitude tomada pelos dois diretores que na apresentação do projeto Funel chegaram atrasados e não aceitaram sentar-se à mesa, preferindo usar as cadeiras da imprensa e convidados. Explicável ou não?

Além do trabalho da base, daqui pra frente a direção do USC deve se preocupar com a importante festa dos 100 anos. É trabalhar na organização, elaborar bem, fazer o que deve. O momento é de alegria. TRAVA.

TA CONFECÇÕES – 21 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2.084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2019