Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Voc� est� visitando a Edi��o do dia 09/03/2009

 
DE PRIMEIRA
Tamanho do texto: A A A A
DE PRIMEIRA
08/03/2009
Waldemar Filmiano - filmiano@jmonline.com.br

Compartilhar:



E não é nenhuma experiência científica dos laboratórios de genética animal ligados à ABCZ. Foi o Uberaba Sport. O time conseguiu reabilitar o Social de Coronel Fabriciano. O Saci não havia vencido ninguém no Campeonato Mineiro, mas o Colorado perdeu o jogo de virada no Estádio Louis Ench por 3 a 2.

Pior. Com a derrota o USC saiu do G8 do Campeonato Mineiro porque o Tupi arrancou um empate diante do Cruzeiro no Mineirão. Agora, mais do que nunca o USC terá que buscar a vitória nos jogos contra Democrata de Valadares e o próprio Tupi. Além disso, pode ser que o USC ainda precise vencer o América no encerramento da primeira fase do Campeonato Mineiro.

Santo. Com três zagueiros não há santo que aguente. O Uberaba já tomou com esta formação tática 10 gols em três partidas. 4 a 1 para o Atlético, 3 a 1 para o Rio Branco de Andradas e 3 a 2 para o Social de Coronel Fabriciano. São Danilo marcou para o Uberaba no primeiro tempo e São Laílson garantiu a vitória parcial. Mas, no segundo tempo, o caldo entornou e o Social fez 3 a 1. Com um gol contra de Ronaldo, num cruzamento de Ivonaldo, o USC chegou a descontar, mas o time sequer chegou a pressionar em busca do gol de empate.  

Esquecido. Se contarmos a derrota do Uberaba por 3 a 0 para o sertãozinho o saldo de gols tomados com três zagueiros sobe para 13 gols em 4 jogos. O jogo contra o Sertãozinho foi aquele amistoso no Uberabão, quando Michael Robin, ainda era técnico do USC.

Escrita. Estão mantidos os tabus quanto ao Uberaba Sport. O USC não vence jogando com 3 zagueiros e nem com Cleisson Veloso Pereira no apito. O árbitro da partida até que não pode ser responsabilizado pela derrota. O USC não teve jogadores expulsos e tomou apenas dois cartões amarelos (Gabriel e Augusto César). Ele marcou dois pênaltis, mas pela narração dos colegas de Fabriciano não prejudicou o time colorado. Pela TV, o lance do terceiro gol foi de interpretação. Cleisson
entendeu que Laílson fez pênalti no atacante do Social.

Cadê. Por falar em Augusto César seria interessante a gente perguntar pro pessoal do Uberaba Sport se ele entrou em campo. Pela transmissão da Rádio Educadora de Coronel Fabriciano, em cadeia com a Rádio Sete Colinas, não ouvi o nome de Augusto César em nenhuma ocasião. Cadê o Augusto César?

Performance. Nem só o esquema com três zagueiros serve de ressalvas contra o trabalho do técnico Pedrinho Rocha. Se analisarmos bem, sob o comando do treinador, o Uberaba venceu o Uberlândia de forma dramática, foi goleado pelo Atlético, perdeu para o Rio Branco, empatou com o Cruzeiro, venceu o Villa, mas não convenceu e acabou derrotado pelo Social, lanterna do Campeonato Mineiro.

Ataque. Tem mais, o Uberaba fez apenas um gol de cabeça e assim mesmo numa cobrança de falta ensaiada. Seu principal artilheiro é um meia, o que significa que o ataque não funcionou no decorrer do campeonato que já está chegando praticamente ao final. Além disso, a zaga, pelo menos com três zagueiros, foi um desastre total.

Risco mínimo. Mas é bom lembrar que a situação do Uberaba, em que pese tudo que aconteceu ainda é boa. O time só depende de seu futebol para se classificar e somente um grande desastre poderia deixá-lo em situação de risco quanto a cair para a segunda divisão. Agora, mais do que nunca, é hora de colocar a casa em ordem e partir para a classificação.

Começando.
Para fazer isso, entretanto, é preciso arrumar a casa. A primeira coisa, acredito, é acabar com o rídiculo 3-5-3, ou alguém tem dúvida de que ele não funciona. Com Michel Gomes o meio-campo do USC deve ganhar em criatividade e se a Câmara aprovar o projeto para que o torcedor entre no Uberabão trocando ingressos por um quilo de alimentos, acredito que a torcida deve mesmo incentivar o time a conquistar uma grande vitória sobre o Democrata.

Sono. Aliás, a torcida tem a missão de não deixar o time dormir em campo como aconteceu contra o Villa Nova. Naquele jogo parece que até o Exército Vermelho e a Furacão Colorado dormiram.

Fidalgo. Se o Fidalgo nem entrou em Coronel Fabriciano quando o time tava perdendo por 3 a 2 e tinha algum tempo para fazer o gol de empate do USC e o Ferreira também não entrou, acredito que nenhum deles está em condições de jogo. É hora de dar uma chance ao Neto. Ele cabeceia bem, chuta com a perna direita e esquerda e sabe jogar na área. Além disso, parece que está a fim de mostrar serviço.

Público restrito. O Ministério Público restringiu o público do Ipatingão a no máximo mil pessoas, sendo o estádio liberado apenas para disputa dos jogos do módulo II. A liberação do estádio só foi concedida pelos órgãos de segurança após intervenção da FMF e do administrador do estádio Douglas Xavier. Devido aos problemas administrativos do município, cassação do prefeito, as exigências necessárias para liberação do Estádio não foram atendidas.

Lambança.
O Ituiutaba mostrou que é mesmo um time de reação. Venceu o América de virada, depois de estar perdendo por 1 x 0 e ter o jogador Marquinhos expulso. Aliás, o atleta levou cartão vermelho depois de perder um pênalti defendido pelo goleiro Flávio. Ao sair, o torcedor não perdoou. Em coro a torcida gritou: burro, burro. Se Marquinhos fez lambança, Paulinho Pedalada consertou marcando dois gols. O América também fez feio perdeu o segundo jogo consecutivo de virada. O primeiro foi na Copa do Brasil para o Águia do Pará, também por 2 a 1.

Invicto. Com a vitória sobre o América, o Ituiutaba está com 100% de aproveitamento na Fazendinha. O América, por sua vez, perdeu a sua invencibilidade no Campeonato Mineiro. O único invicto na competição agora é o Cruzeiro. O árbitro Fifa, Ricardo Marques Ribeiro, foi quem apitou o jogo entre América e Ituiutaba. O mesmo quem apitou Uberaba x Vila Nova.
 

Escola. O Uberabão parece que fez escola. O Estádio Prudentão onde jogaram Palmeiras e Corinthians também falta um pedaço, ou seja, também não ficou em forma de ferradura. O detalhe é que lá o estádio está sendo palco de espetáculos de grande porte como o clássico de ontem com o primeiro gol de Ronaldo no Corinthians. Por falar em Ronaldo, com aquele peso todo há quem diga que ele foi o responsável pela quebra do alambrado. Maldade de Palmeirense é claro. Na verdade,
acho que o fenômeno mostra alegria ao voltar a jogar futebol e isso é muito importante. Parabéns Ronaldo! Parabéns corinthianos!







EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Publicado decreto de n 1.083/2017, que tem durao de 30 dias, que vai multar quem desperdiar gua em Uberaba. Voc concorda com a medida?




JM FORUM
Operao do Comando de Operaes Especiais do Sistema Prisional (Cope) na penitenciria Professor Aluzio Igncio de Oliveira visa coibir atuao do PCC na unidade. Na sua opinio, a atuao se faz necessria e eficaz?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017