Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Voc� est� visitando a Edi��o do dia 09/03/2009

 
DE PRIMEIRA
Tamanho do texto: A A A A
DE PRIMEIRA
08/03/2009
Waldemar Filmiano - filmiano@jmonline.com.br

Compartilhar:



E não é nenhuma experiência científica dos laboratórios de genética animal ligados à ABCZ. Foi o Uberaba Sport. O time conseguiu reabilitar o Social de Coronel Fabriciano. O Saci não havia vencido ninguém no Campeonato Mineiro, mas o Colorado perdeu o jogo de virada no Estádio Louis Ench por 3 a 2.

Pior. Com a derrota o USC saiu do G8 do Campeonato Mineiro porque o Tupi arrancou um empate diante do Cruzeiro no Mineirão. Agora, mais do que nunca o USC terá que buscar a vitória nos jogos contra Democrata de Valadares e o próprio Tupi. Além disso, pode ser que o USC ainda precise vencer o América no encerramento da primeira fase do Campeonato Mineiro.

Santo. Com três zagueiros não há santo que aguente. O Uberaba já tomou com esta formação tática 10 gols em três partidas. 4 a 1 para o Atlético, 3 a 1 para o Rio Branco de Andradas e 3 a 2 para o Social de Coronel Fabriciano. São Danilo marcou para o Uberaba no primeiro tempo e São Laílson garantiu a vitória parcial. Mas, no segundo tempo, o caldo entornou e o Social fez 3 a 1. Com um gol contra de Ronaldo, num cruzamento de Ivonaldo, o USC chegou a descontar, mas o time sequer chegou a pressionar em busca do gol de empate.  

Esquecido. Se contarmos a derrota do Uberaba por 3 a 0 para o sertãozinho o saldo de gols tomados com três zagueiros sobe para 13 gols em 4 jogos. O jogo contra o Sertãozinho foi aquele amistoso no Uberabão, quando Michael Robin, ainda era técnico do USC.

Escrita. Estão mantidos os tabus quanto ao Uberaba Sport. O USC não vence jogando com 3 zagueiros e nem com Cleisson Veloso Pereira no apito. O árbitro da partida até que não pode ser responsabilizado pela derrota. O USC não teve jogadores expulsos e tomou apenas dois cartões amarelos (Gabriel e Augusto César). Ele marcou dois pênaltis, mas pela narração dos colegas de Fabriciano não prejudicou o time colorado. Pela TV, o lance do terceiro gol foi de interpretação. Cleisson
entendeu que Laílson fez pênalti no atacante do Social.

Cadê. Por falar em Augusto César seria interessante a gente perguntar pro pessoal do Uberaba Sport se ele entrou em campo. Pela transmissão da Rádio Educadora de Coronel Fabriciano, em cadeia com a Rádio Sete Colinas, não ouvi o nome de Augusto César em nenhuma ocasião. Cadê o Augusto César?

Performance. Nem só o esquema com três zagueiros serve de ressalvas contra o trabalho do técnico Pedrinho Rocha. Se analisarmos bem, sob o comando do treinador, o Uberaba venceu o Uberlândia de forma dramática, foi goleado pelo Atlético, perdeu para o Rio Branco, empatou com o Cruzeiro, venceu o Villa, mas não convenceu e acabou derrotado pelo Social, lanterna do Campeonato Mineiro.

Ataque. Tem mais, o Uberaba fez apenas um gol de cabeça e assim mesmo numa cobrança de falta ensaiada. Seu principal artilheiro é um meia, o que significa que o ataque não funcionou no decorrer do campeonato que já está chegando praticamente ao final. Além disso, a zaga, pelo menos com três zagueiros, foi um desastre total.

Risco mínimo. Mas é bom lembrar que a situação do Uberaba, em que pese tudo que aconteceu ainda é boa. O time só depende de seu futebol para se classificar e somente um grande desastre poderia deixá-lo em situação de risco quanto a cair para a segunda divisão. Agora, mais do que nunca, é hora de colocar a casa em ordem e partir para a classificação.

Começando.
Para fazer isso, entretanto, é preciso arrumar a casa. A primeira coisa, acredito, é acabar com o rídiculo 3-5-3, ou alguém tem dúvida de que ele não funciona. Com Michel Gomes o meio-campo do USC deve ganhar em criatividade e se a Câmara aprovar o projeto para que o torcedor entre no Uberabão trocando ingressos por um quilo de alimentos, acredito que a torcida deve mesmo incentivar o time a conquistar uma grande vitória sobre o Democrata.

Sono. Aliás, a torcida tem a missão de não deixar o time dormir em campo como aconteceu contra o Villa Nova. Naquele jogo parece que até o Exército Vermelho e a Furacão Colorado dormiram.

Fidalgo. Se o Fidalgo nem entrou em Coronel Fabriciano quando o time tava perdendo por 3 a 2 e tinha algum tempo para fazer o gol de empate do USC e o Ferreira também não entrou, acredito que nenhum deles está em condições de jogo. É hora de dar uma chance ao Neto. Ele cabeceia bem, chuta com a perna direita e esquerda e sabe jogar na área. Além disso, parece que está a fim de mostrar serviço.

Público restrito. O Ministério Público restringiu o público do Ipatingão a no máximo mil pessoas, sendo o estádio liberado apenas para disputa dos jogos do módulo II. A liberação do estádio só foi concedida pelos órgãos de segurança após intervenção da FMF e do administrador do estádio Douglas Xavier. Devido aos problemas administrativos do município, cassação do prefeito, as exigências necessárias para liberação do Estádio não foram atendidas.

Lambança.
O Ituiutaba mostrou que é mesmo um time de reação. Venceu o América de virada, depois de estar perdendo por 1 x 0 e ter o jogador Marquinhos expulso. Aliás, o atleta levou cartão vermelho depois de perder um pênalti defendido pelo goleiro Flávio. Ao sair, o torcedor não perdoou. Em coro a torcida gritou: burro, burro. Se Marquinhos fez lambança, Paulinho Pedalada consertou marcando dois gols. O América também fez feio perdeu o segundo jogo consecutivo de virada. O primeiro foi na Copa do Brasil para o Águia do Pará, também por 2 a 1.

Invicto. Com a vitória sobre o América, o Ituiutaba está com 100% de aproveitamento na Fazendinha. O América, por sua vez, perdeu a sua invencibilidade no Campeonato Mineiro. O único invicto na competição agora é o Cruzeiro. O árbitro Fifa, Ricardo Marques Ribeiro, foi quem apitou o jogo entre América e Ituiutaba. O mesmo quem apitou Uberaba x Vila Nova.
 

Escola. O Uberabão parece que fez escola. O Estádio Prudentão onde jogaram Palmeiras e Corinthians também falta um pedaço, ou seja, também não ficou em forma de ferradura. O detalhe é que lá o estádio está sendo palco de espetáculos de grande porte como o clássico de ontem com o primeiro gol de Ronaldo no Corinthians. Por falar em Ronaldo, com aquele peso todo há quem diga que ele foi o responsável pela quebra do alambrado. Maldade de Palmeirense é claro. Na verdade,
acho que o fenômeno mostra alegria ao voltar a jogar futebol e isso é muito importante. Parabéns Ronaldo! Parabéns corinthianos!







Boulevard Mall Edson Prata - novo
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Durante o inverno, normalmente as aes de combate ao Aedes aegypti perdem fora. Voc continua fazendo a sua parte?







JM FORUM
Durante o inverno, normalmente as aes de combate ao Aedes aegypti perdem fora. Voc continua fazendo a sua parte?Uberaba est de volta ao Mapa de Turismo de Minas Gerais. Na sua opinio, a conquista trar benefcios ao municpio?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017