Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Voc� est� visitando a Edi��o do dia 26/08/2009

 
FALANDO SRIO
Tamanho do texto: A A A A
FALANDO SRIO
26/08/2009
Wellington Cardoso Ramos - wellingtoncardoso@terra.com.br

Compartilhar:



É de arrepiar. Indescritível o constrangimento a que adolescente de 14 anos teria sido submetida em academia de ginástica que frequenta. Deixada no local pela mãe, a garota, meia hora depois, foi cobrada na frente dos colegas por estar com o pagamento da mensalidade atrasada 10 dias. Aos prantos, a adolescente disse ignorar o atraso e pediu para acertar no dia seguinte, aumentando a “fúria” da cobradora, que, de forma grotesta, determinou a ela que se retirasse, pois ali ninguém malha com mensalidade atrasada.
 
Posição irreversível. Constrangida, a jovem se retirou e foi até à casa de um irmão, morador das imediações, a quem pediu R$ 35 emprestados e, indagada do motivo da necessidade, relatou o episódio. Querendo entender melhor porque a irmã havia sido colocada pra fora da academia, o rapaz foi até lá e também ouviu “poucas e boas” da cobradora, igualmente na presença de outras pessoas. Dizendo-se não ser obrigada a aguentar caloteiros, a mulher recomendou que a menina “criasse vergonha na cara e arrumasse uma trouxa de roupa pra lavar para honrar seus compromissos”.
 
Na polícia. Depois de ouvir o desaforo e insinuações preconceituosas sobre a irmã, o rapaz abraçou a menina e se retirou da academia. Já do lado de fora, acionou a Polícia Militar e ficou à espera para registrar a agressão. Outro empresário, que acompanhou o episódio e o relatou a FALANDO SÉRIO, entende que houve por parte da dona da academia “estupro psicológico e moral” contra um dos clientes. O informante se diz estarrecido com o que assistiu e indaga: “estamos na era da chibata? Devemos surrar nossos clientes?”.
 
As melhores do município. Agora é oficial: a Escola Uberaba ficou em 1º lugar na avaliação sistêmica semestral – a primeira de 2009 – feita pela Secretaria Municipal de Educação. O 2º lugar ficou com a escola rural Totonho de Morais (Borgico). Depois delas classificaram-se, pela ordem: Frei Eugênio, Madre Maria Georgina, Stella Chaves, Boa Vista, Frederico Peiró, Maria Lourencina Palmério, Reis Junior e Monteiro Lobato. Diz o secretário Marcos Bordon que, das 32 escolas municipais e 18 mil alunos avaliados, a pior classificada somou 52% dos pontos. “E isso é motivo de comemoração” - frisa
 
Exploração de aposentados. Coordenador-geral do PROCON confirmou ontem que está concluindo processo administrativo contra a representação do BMG em Uberaba, alvo de reclamações de idosos. Três deles – um analfabeto e dois semi-analfabetos - se disseram enganados por agenciadores na contratação de empréstimos. Afirma Sebastião Severino que o caso é tão grave que o PROCON o submeterá ao Ministério Público e à Polícia Civil. Segundo ele, até mesmo o advogado enviado a Uberaba pela matriz do BMG teria ficado impressionado com a forma de atuação da representação local.
 
Sem teto. IPSERV não tenciona submeter à Câmara de Vereadores projeto de alteração no teto de aposentadoria dos servidores municipais – garantiu ontem seu presidente. Segundo Afrânio Prata, o tema está sendo discutido em Brasília, e o que ficar decidido terá de ser cumprido pelo Instituto. A tendência é o teto das aposentadorias no serviço público acompanhar o da Previdência Social.
           
Maçonaria. Luiz Carlos Chaem, venerável da Loja Maçônica Obreiros do Bem, é o novo presidente da União das Lojas Maçônicas de Uberaba e região. Posse ocorreu no fim de semana, com jantar na Casa do Folclore.
 
Trânsito. Sem que haja implicação na produção do pretendido Plano Diretor, em fase de negociação com técnicos curitibanos, Anderson está formando grupo de trabalho para a proposição de ações imediatas. Dele farão parte representantes do Instituto de Engenharia e Arquitetura. A intenção do Chefe do Executivo é acelerar pequenas medidas que se fazem necessárias e não precisam esperar pelo Plano Diretor.
 
Mais dia... menos dia, o estacionamento de veículos ao longo da avenida Leopoldino de Oliveira – sobretudo no centro da cidade – terá de ser proibido. Trafegar no trecho entre as avenidas Santos Dumont e Guilherme Ferreira já está exigindo dose cavalar de paciência. Proibição bem que poderia ser estendida também à rua São Sebastião.
 
Causa própria. Para que haja mudanças no trânsito é preciso que o cidadão pense coletivamente, e não exclusivamente no seu problema. Tem gente que protesta contra medidas que sequer o afetam diretamente, mas apenas para “marcar posição”.
Se os técnicos ficarem preocupados com as questões individuais, nada muda.
 
É muito. Servidores municipais de Delta querem reajuste salarial de 33% para a reposição de perdas acumuladas. Percentual impossível de ser atendido pela prefeita Lauzita, que está chorando as “pitangas”: a receita caiu 35%, baixando de R$ 1,6 milhão para R$ 1,2 milhão.
 
Vai sair. Ontem, a prefeita assegurou a FALANDO SÉRIO que irá mesmo contratar auditoria para “varrer a Prefeitura”. Ela não entende como houve tão pouco investimento na infraestrutura da cidade, diante das boas arrecadações em mandatos anteriores. “Não quero acusar ninguém, nem levantar suspeitas, mas alguma coisa está errada” – comentou, não tendo dúvidas de que o ex-prefeito José Eustáquio foi traído por ex-colaboradores.
 
Nem te ligo. Vereador Lerim está “tiririca” com a Uberaba Ambiental – empresa encarregada da coleta de lixo e varrição de ruas. Desde fevereiro os diretores da empresa ignoram convite para uma conversa em plenário.
 
Tíquete. O representante do PSB na Câmara quer que a Uberaba Ambiental melhore a renda de seus trabalhadores, fornecendo tíquete-alimentação para varredores e lixeiros. “É triste ver o varredor sair de casa pela manhã levando a marmita no fundo do carrinho e a encobrindo com o lixo que vai catando nas ruas” – mencionou Lerim.






Boulevard Mall Edson Prata - novo
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Durante o inverno, normalmente as aes de combate ao Aedes aegypti perdem fora. Voc continua fazendo a sua parte?







JM FORUM
Durante o inverno, normalmente as aes de combate ao Aedes aegypti perdem fora. Voc continua fazendo a sua parte?Uberaba est de volta ao Mapa de Turismo de Minas Gerais. Na sua opinio, a conquista trar benefcios ao municpio?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017