Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
FALANDO SÉRIO
Tamanho do texto: A A A A
FALANDO SRIO
20/01/2017
Wellington Cardoso Ramos - wellingtoncardoso@terra.com.br

Compartilhar:



Sobras de comida
Destinação de sobras da comida dos detentos para criação de porcos é uma das muitas denúncias feitas ao Ministério Público sobre a Penitenciária “Aluízio Ignácio”.

Desconhecido
No caso, o autor da autorização não foi ainda identificado, mas há depoimento dizendo da entrega de R$150 a agente penitenciário “para repassar ao setor”, não determinado.

Investigando
As denúncias estão sendo investigadas desde o ano passado pelo promotor João Davina.

Clandestina
Já a criação de porcos citada teria objetivos comerciais, mas sem conhecimento das autoridades sanitárias.

Não ocupadas
Com Uberaba incluída, o Ministério das Cidades recomendou à CEF que levante as unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida não ocupadas pelos mutuários.

Retomada
Em recente ação em conjunto da Cohagra e CEF algumas casas foram retomadas.

Cadeirinha
Contran adiou mais uma vez a entrada em vigor da obrigatoriedade do uso de cadeirinhas no transporte escolar.

Estudos
Na justificativa, aponta a necessidade de aprofundar os estudos sobre a efetividade da medida.

Bares
Bares também são alvo de inúmeras denúncias, que incluem falta de alvará, música ao vivo perturbando o sossego dos vizinhos e ocupação irregular de calçadas.

Pois é!
Homem que deu golpe de R$10 mil (valores de 2002/2003) no patrão, em Uberaba, apesar de tudo o que foi carreado para o inquérito, ficará impune.

Prescrição
O crime tem como pena máxima 5 anos e 4 meses de prisão, mas, como já se passaram quase 14 anos desde o início da investigação, o acusado se beneficia da prescrição.

Cheque furtado
Investigado era vendedor de gêneros alimentícios para a empresa e apresentava como pagamento cheques, que, em verdade, eram furtados de terceiros.

Ignorado
A apuração não chegou a identificar o vendedor dos cheques.

Prejuízo
Também a Auto Peças Ricardo Zema, de Araxá, fica no prejuízo de pneus vendidos em 2005 e “pagos” com cheque frio de agência bancária de Uberaba.

Nada sabe
Doze anos depois, o suposto emitente do cheque negou ter feito compra de pneus, frisando que sua assinatura havia sido falsificada na ordem de pagamento.

Saiu
Sacramentada ontem a criação do 67º Batalhão da PM, em Uberaba, e o coronel Eliel Alves, comandante regional, fala em efetivo de 700 homens na cidade.

Oficial
A criação da unidade, a ser comandada por outro tenente-coronel, foi publicada no Boletim Geral da Polícia Militar.

Advertência
Em sua página no Facebook, o juiz Carlos Maroja, do Distrito Federal, fez um alerta aos cidadãos de que não se pode aplaudir e incentivar massacres em presídios ou elogiar a prática de homicídio.

É crime
Magistrado lembrou que isso é apologia ao crime e as publicações em redes sociais são provas válidas em processo criminal.

Cuidado
E frisou: “Em resumo, senhor selvagem, tome cuidado ao expor sua alma criminosa e pervertida em público; ao espalhar tais sandices, você está se igualando ao objeto de seu ódio”. Então tá!

Em caixa
Com R$1,1 milhão em caixa, a Prefeitura de Delta continua protelando o pagamento das rescisões de dezembro, avaliadas em R$100 mil pelo prefeito Marcos Estevam, que falou em até cinco parcelas para a quitação.

Pipocando
Com isso, vão se avolumando as denúncias de irregularidades por lá, que vão de nepotismo a contratações sem processo seletivo, e que já seriam cerca de cinquenta.

Folha de ponto
As folhas de ponto de alguns desses contratados foram exibidas ontem em mensagem de WhatsApp.

Dívidas
Secretário de Saúde de Araguari anunciando que apenas à UPA, administrada pela organização Sal Terra, e à Santa Casa, a Prefeitura deve R$5 milhões.

Cães e gatos
Aprovado pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados projeto que estabelece pena de reclusão de dois a quatro anos para quem matar cão ou gato.

Agravada
Se o crime for praticado com o emprego de veneno, fogo, asfixia, espancamento, arrastamento, tortura ou outro meio cruel, a pena será de dois a cinco anos.

Omissão
Projeto também pune a omissão de socorro a animal em grave e iminente ou a falta de comunicação do fato a autoridades com um a dois anos.

Sem plenário
Uma vez aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, o projeto não precisará ir a plenário e será enviado à apreciação do Senado.

Menos
Audiências de custódia reduziram para cerca de trezentos os presos provisórios em Uberaba. Menos de 20% do total.

 

 







EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Concluso das obras do sistema BRT Sudeste/Sudoeste foi novamente adiada e, segundo previso da administrao, ser em junho. Na sua opinio, o sistema funcionar ainda este ano?






JM FORUM
Anvisa liberou recentemente o registro e a comercializao do primeiro medicamento com princpios ativos derivados da maconha. Qual sua opinio sobre o uso da droga em tratamentos de doenas psiquitricas ou neurodegenerativas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017