Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 19/11/2016

 
ALTERNATIVA
Tamanho do texto: A A A A
ALTERNATIVA
19/11/2016

Compartilhar:



 

Presidente Fulvio Ferreira é o grande anfitrião desta noite de festa em torno dos homenageados pela CDL/Uberaba com o Mérito Lojista 2016. Paletó e gravata para o evento que começa às 20h, no Centro de Eventos da ABCZ – foto L.Adolfo

Lavando a alma
Audiência pública para discutir sobre o futuro do Calçadão da Artur Machado foi uma catarse para os comerciantes da região central. Eles rasgaram o verbo nas queixas contra falta de fiscalização no Calçadão, reclamaram a ausência de estacionamento rotativo no centro, criticaram a falta de apoio da Prefeitura ao projeto de decoração de Natal e por aí foram as lamentações. Um queixume danado. Até o BRT foi incluído no rol das reclamações.

Open Mall
O presidente do CentroForte, Fábio Lacerda, aproveitou a audiência pública na Câmara Municipal para apresentar o projeto que objetiva transformar a Artur Machado num shopping a céu aberto. Por sua vez, o vereador Kaká Carneiro, idealizador da audiência pública, sugeriu o prazo de 12 meses para a revitalização do local, tanto para a Prefeitura implementar as obras de infraestrutura quanto para os lojistas adequarem seus imóveis. Tomara que desta vez dê certo e a Artur Machado recupere seu prestígio comercial com o shopping a céu aberto.

Desvantagem
Durante a audiência pública de quinta-feira, o chefe de Posturas da Prefeitura também expôs as dificuldades para a fiscalização do Calçadão. Segundo Renê Inácio, é real a possibilidade de confronto entre ambulantes e fiscais. “Temos que tomar cuidado nestas ações. Sozinhos não conseguimos agir. E, além de tudo, precisamos de suporte para garantir nossa integridade física. Sem apoio é impossível”, disse Renê. Vale lembrar que recentemente os fiscais tentaram agir no Calçadão, mas foram impedidos por ação de vereador, solidário com os ambulantes...

Mais uma – Mais uma ação judicial eleitoral contra o prefeito Paulo Piau foi julgada improcedente. Desta vez, no caso da publicação de pesquisa pelo Jornal de Uberaba, com consequente distribuição de exemplares de cortesia. Na sentença, o juiz Habib Jabour foi categórico: “Seria temeridade reconhecer como abusiva a distribuição pelo Jornal de Uberaba, como cortesia, de 60 exemplares da edição na qual foi publicada a pesquisa indicando que Paulo Piau venceria no primeiro turno. A quantidade ínfima de exemplares e o preço total deles, R$ 150,00, não permitem reconhecer utilização excessiva de recursos financeiros ou patrimoniais, buscando beneficiar determinado candidato, afetando a normalidade e a legitimidade das eleições”.

Abusos – O que mais lamento é ver a forma como o Judiciário foi usado e abusado na campanha eleitoral deste ano, recebendo uma avalanche de processos, muitos dos quais sem qualquer consistência e, com isso, atrapalhando o andamento de outros feitos com objetivos sérios.

Compasso de espera
Faltando pouco mais de um mês para o encerramento do primeiro mandato do prefeito Paulo Piau, é praticamente certo que os aprovados no concurso público realizado pela PMU terão de esperar janeiro para a convocação. O caso mais delicado é o da Saúde, devido ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público para pôr fim às contratações temporárias. Secretária municipal de Administração, Eclair Gonçalves já esteve com o promotor de Justiça João Davina, tentando dilatar o prazo para as nomeações dos concursados da Saúde até janeiro.

Transição complicada
Segundo a secretária Eclair Gonçalves, dois são os obstáculos principais à convocação dos concursados neste fim ano. O primeiro refere-se à dificuldade de treinamento dos novatos para início das atividades, numa época como essa, de fim de governo. O segundo, o próprio fechamento do exercício, para a conclusão do primeiro mandato de Paulo Piau. O mais sensato, segundo ela, é começar ano novo com vida nova. Primeiro serão chamados os aprovados nas áreas de Saúde e Educação. Os outros serão convocados na sequência, gradualmente.

Fechando o cerco – Dentre as explicações para o volume elevado de punições disciplinares e dispensas de contratados pelo Município está o “corpo mole”. Consta que o cidadão é contratado, assume o cargo, e em seguida apresenta atestado médico para afastamento do serviço. Quando a “doença” é checada pelo Município, descobre-se que o cidadão está saudável e trabalhando em outro lugar. Malandragem pura...

Tempo de festa
O Shopping Uberaba não para! As lojas estão preparadíssimas para oferecer as melhores opções de presentes neste Natal e com novidades chegando a toda hora, como a loja Jorge Bischoff e outras a caminho. Enquanto isso, pais e filhos se encantam com a decoração que neste ano destaca o tema Viva uma Aventura de Natal no Safári do Papai Noel. Quem já viu o gorila na Entrada B? É um dos animais gigantes que fazem parte da decoração espalhada pelo centro de compras.

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2019