Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 01/12/2017

 
ALTERNATIVA
Tamanho do texto: A A A A
ALTERNATIVA
01/12/2017

Compartilhar:



Federal na rua
Quinta-feira movimentada em Uberaba pela ação da Polícia Federal, que deflagrou a operação “Estirpe”, envolvendo oito servidores da UFTM. Investigações preliminares concluíram por indícios sérios de desvios de recursos federais que seriam destinados ao Complexo Cultural e Científico de Peirópolis. Vale destacar que essa operação teve início a partir de denúncia publicada pelo colega Alexandre Pereira, em 2013, na sua coluna no Jornal da Manhã. Apesar da demora na deflagração da operação pela PF, o episódio evidencia a importância da imprensa para passar esse País a limpo!

Tudo certo
No final da tarde, a Funepu distribuiu nota alegando que “todo o processo licitatório citado na investigação referente a destinação de recursos federais para o Complexo Cultural e Científico de Peirópolis foi feito na modalidade de pregão eletrônico, em que os interessados manifestam virtualmente o interesse na prestação de serviços. Ou seja, não há relação direta e pessoal com as empresas candidatas”. Porém, nos bastidores, o que se apurou é que pelo menos uma das envolvidas teria relação de parentesco com o vencedor desses pregões. E haveria provas contundentes da fraude no pagamento ao fornecedor, que jamais entregou as tais plantas.

Bom senso
Prefeito Paulo Piau intercedeu pessoalmente ontem para evitar a supressão de uma paineira centenária na rua Evaristo da Veiga, travessa da Alfen Paixão. Dias antes, um morador recorreu à Secretaria de Meio Ambiente, alegando – com toda razão – que a árvore tornou-se um empecilho à mobilidade urbana, porque ocupa todo o passeio. No entanto, a paineira já estava lá quando as construções foram feitas. Ao tomar conhecimento da situação, o prefeito determinou a suspensão temporária do corte para estudo de viabilidade técnica de uma alternativa para evitar a morte da belíssima espécie. Corretíssimo o prefeito, que mostrou sua sensibilidade em relação ao meio ambiente e aos benefícios para a coletividade da manutenção da árvore, que, aliás, está plenamente saudável.

Operação salvamento – Alternativas para evitar a supressão da paineira existem e deveriam ter sido buscadas pela Secretaria de Meio Ambiente antes de autorizar esse corte. Por exemplo: aumentar a largura da calçada e implantar mão única de direção na rua Evaristo da Veiga. Outras soluções certamente serão encontradas pelos técnicos da Prefeitura, como foram achadas na rotatória do Cemitério para preservar os flamboyants. O que Uberaba não pode é continuar vendo suas árvores serem tombadas a todo instante, com autorização justamente do órgão que deveria zelar do nosso meio ambiente.

Prejuízo –
A propósito, as acácias que foram arrancadas da avenida da Saudade para implantação da estação do BRT, morreram. A empreiteira obrigou-se a transplantá-las para rotatória do Cemitério, mas nenhuma delas resistiu ao corte desastroso. O secretário Nagib Facury, porém, decotou do pagamento à empreiteira o valor correspondente ao transplante das mudas de acácias na medição dos serviços. E garante que a PMU vai replantar as acácias. Estamos de olho!

Enchentes em discussão
“Depois de as águas passearem pelas avenidas da cidade, piscinão não ajudaria a evitar as enchentes”. Avaliação é do engenheiro José Elias Miziara, ex-secretário municipal de Obras, que acompanhou a execução do projeto Água Viva. Segundo ele, na avenida Pedro Salomão não é impossível construir um piscinão, mas o escoamento das águas armazenadas teria que ser bombeado. “Essa obra seria caríssima e de manutenção complicada, por exigir bombas grandes e de alto consumo de energia”, ressalta José Elias. Mais eficiente na contenção das enchentes seria descendo a tubulação das redes pluviais dos bairros até os canais das avenidas centrais.

Bandeira
Vereador Kaká Carneiro levanta a bandeira contra a pedofilia e abuso sexual de crianças e adolescentes. Ele tem reunião agendada para hoje com o promotor de Justiça da Infância e Juventude, André Tuma, para discutir ações efetivas de combate a estes tipos de crime. O vereador ainda pretende se reunir com o senador Magno Malta, também do PR, para debater o assunto. Kaká Carneiro está muito preocupado com o elevado número de casos que vêm sendo denunciados e acredita que novas denúncias ainda podem surgir, se houver uma rede de investigação e proteção às vítimas.

Vitória
Nem tudo está perdido: um rapaz que cumpre medida no Centro Socioeducativo de Uberaba há cerca de um ano acaba de ser aprovado em primeiro lugar no curso de Educação Física de instituição de ensino privada. O jovem se preparou para o vestibular dentro da unidade de internação.

Pedal Legal
É amanhã o Pedal Legal, promoção da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais em Uberaba e várias outras cidades do Estado, com o objetivo de estimular a prática de atividades físicas pelos profissionais do Direito e seus familiares. Concentração dos participantes será na sede da OAB, na avenida Maranhão. As inscrições podem ser feitas na CAA/Uberaba, com Márcia ou Marília, pelo telefone: 3334-9624.

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018