Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ALTERNATIVA
Tamanho do texto: A A A A
ALTERNATIVA
18/02/2017

Compartilhar:



Era uma vez...
Você já ouviu falar em “alvará sem fundos”? Essa nova modalidade de calote foi criada pelo governo Fernando Pimentel em 2015, mediante aprovação de uma lei pela Assembleia Legislativa de Minas, que autorizou o Estado a usar quase todo o saldo dos depósitos judiciais existentes na época. Para quem não sabe, esses depósitos são feitos para garantia da ação, enquanto as partes discutem seus direitos em Juízo. Pois bem. Pimentel descobriu que havia milhões de reais em conta, sob a responsabilidade do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, e usou esses recursos. No ano passado, o Supremo Tribunal Federal deu pela inconstitucionalidade dessa lei do calote mineiro e mandou o governo repor o dinheiro. Mas até hoje Pimentel se faz de bobo, alegando o estado de calamidade pública financeira do Estado. Resultado: quando as demandas judiciais chegam ao fim, o Judiciário expede um alvará para que a parte vencedora levante o dinheiro depositado. Porém, quando a parte vai ao Banco do Brasil com o alvará, ouve que não há dinheiro na conta. O governo do Estado ficou com o dinheiro que era do cidadão. É o chamado “alvará sem fundos”. Pode uma coisa dessas?

Onde está o dinheiro
Durante a meteórica visita de Pimentel a Uberaba, o presidente da OAB conseguiu entregar um ofício ao governador, cobrando a reposição do dinheiro pelo Estado, a fim de permitir o levantamento do saldo dos depósitos judiciais no âmbito do TJMG. E lembrou ao governador que a transferência dos depósitos judiciais ao Estado foi da ordem de R$5 bilhões, dos quais foram retidos cerca de 25% para fundo de reserva junto ao Banco do Brasil. Agora que esse fundo acabou e, como o Estado não repôs, não há dinheiro em contas judiciais desde outubro do ano passado. Há centenas de interditados, idosos, doentes e cidadãos sendo prejudicados por esse “confisco” perpetrado pelo governo de Minas. Verdadeiro absurdo!

Resultado previsível
Aquela aglomeração de jovens em comemoração ao resultado do vestibular precisa ter fim. Esta semana, na esquina da avenida Santos Dumont com a rua Medalha Milagrosa, os calouros maltrapilhos e sujos pulavam na frente dos carros para pedir dinheiro, levando garrafa de bebida na mão. Um garoto de 16 anos que estava na concentração quinta-feira foi socorrido pelo Samu e levado inconsciente para o Hospital de Clínicas da UFTM. Não é a primeira vez que esse fato acontece e sempre no mesmo local. As universidades e a polícia precisam agir com maior rigor para evitar essas perigosas comemorações. Afinal, essa moçada estava bebendo naquele local desde a hora do almoço e o incidente com o rapaz aconteceu no fim da tarde. Francamente. Há formas civilizadas de celebrar o ingresso na faculdade, sem expor a vida alheia ao perigo.

Devagar – Hoje é dia de Feijoada no Jockey Park, com Zeca Pagodinho de atração principal da festa. Um sucesso previsível para uma festa já tradicional no calendário social de Uberaba. Mas hoje é dia também de todos os convidados ligarem o botão do juízo e pegarem um táxi para atravessar a rodovia em segurança, para si e para terceiros. Vai beber, deixe o carro na garagem.

Eleição – A partir de 10h de hoje será realizada a eleição para renovação de diretoria da Academia de Letras do Triângulo Mineiro. Chapa única é liderada pelo escritor e engenheiro João Eurípedes Sabino.

Tarifa social
Esta semana, ao participar do programa Linha Aberta pela Rádio JM, o presidente do Codau foi parabenizado, por mais de um ouvinte, por ter estendido a tarifa social, com desconto de 50% na conta de água para todos os aposentados que consomem até 10m3. A novidade já está em vigor.

Call center
Luiz Guaritá Neto tem inovado mesmo. Desde o ano passado criou um grupo interno, de apenas dois servidores, e montou um call center ativo no Codau. A ideia é ligar para quem solicitou algum serviço e verificar se ficou satisfeito com trabalho prestado pelo Codau. A pesquisa é feita por amostragem e em 2016 foram realizadas 18 mil ligações do gênero. Desse universo, 11.200 clientes aceitaram responder à pesquisa, que basicamente avaliam o atendimento inicial, a execução e a qualidade do serviço prestado e a satisfação em relação ao atendimento.

Foco da avaliação
Cinco serviços foram pesquisados pelo call center ativo do Codau em 2016: vazamento de água no padrão; ligação de esgoto; ligação de água; desentupimento de derivação de esgoto e derivação de água quebrada. O nível de satisfação do público pesquisado em relação aos serviços de esgoto bateu a casa dos 80%. Nos serviços de água a média ficou em 67% de satisfação. Segundo Luiz Neto, esse call center tem sido um ótimo termômetro para avaliar o desempenho das equipes nas ruas e buscar melhorias internas.

Balanço geral
No balanço da prestação de serviços do Codau no ano passado, chama a atenção o volume de ordens de serviço expedidas: quase 150 mil no total, ou o equivalente a cinco mil por mês. Segundo Luiz Neto, essas ordens de serviço incluem desde ligações novas até vistorias de Habite-se, cortes e religações, manutenções diversas em redes de água e esgoto. Só as intervenções em redes de água totalizaram 13 mil, e de esgoto, outras 12 mil. Novas ligações somaram quase cinco mil. Para o setor de hidrometria foram emitidas 78 mil ordens de serviço. Lembrando que o Codau trabalha de segunda a segunda, com plantões noturnos e aos fins de semana. Números altamente expressivos.

Experiência
Se tudo correr dentro do previsto, faremos a primeira experiência com transmissão em 95,5 FM neste sábado, durante o jogo do Uberaba Sport em Patrocínio. Obviamente que essa fase é meramente experimental, sujeita a ajustes diversos. A programação definitiva da Rádio JM FM virá em março, como presente para Uberaba no mês do aniversário da cidade.







EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
A reforma do Ensino Mdio j foi aprovada no Legislativo brasileiro e agora segue sano presidencial. Ela prev que os estudantes escolham a profisso a seguir antes de iniciar o ensino mdio para direcionar seus estudos. Voc acredita que a reforma vai melhorar o ensino no pas?






JM FORUM
A PMU criou comit especfico para gesto eficiente da Sade. O objetivo estabelecer procedimentos gerenciais que possam resultar na eficincia e transparncia na gesto, bem como oferecer comunidade servios de qualidade. Na sua opinio, o comit se faz necessrio?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017