Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 14/02/2018

 
JORGE ALBERTO
Tamanho do texto: A A A A
JORGE ALBERTO
14/02/2018
Jorge Alberto Nabut

Compartilhar:



 

   
 CARNAVAL
Zebu chamou atenção no desfile da Mocidade, no Sambódromo
 Anitta, o fenômeno midiático da música brasileira do momento

 VAI, MALANDRA!
NA ABERTURA da Copa do Mundo fiquei ressabiado ao ver Caetano e Gil cantando, meio constrangidos, Sandália de Prata, de Ary Barroso, com a cantora Anitta, meio desritmada. Mas, de lá para cá, a moça assumiu o posto de diva midiática da música de consumo brasileira, cantando mais com o corpo do que com a voz, num megasucesso. No carnaval, o Bloco das Poderosas, pilotado por ela, levou mais de 400 mil foliões às ruas do Rio de Janeiro, cantando o hit Vai Malandra.
• No Bloco das Poderosas, Pabllo Vittar, ovacionado pelo público; Nego do Borel, Dilsinho e Xande, do Aviões do Forró, e outros tantos, iguais ou semelhantes, levaram à loucura os alegres e desencanados carnavalescos.

 
   
 
 MÉXICO
Chilena Ruth Mendes, em temporada mexicana, com a uberabense
Maria Cecília Castro Cunha
 

 

   
 
 Taciana Locatelli, na Banda de Ipanema, com Roberta Seixlack e
a prima Ivana Mendes
 
 

 

   
 
 Henrique Coraspe foi aprovado nas três universidades em que prestou especialização em Cirurgia Plástica: UFTM, Famerp e USP-Ribeirão Preto;
na foto, com os pais, Hector e Evacira
 

 

   
 
 México – Túlio Oliveira (foto), conhecendo a história do México,
com Maria Cecília Castro Cunha
 

 CNSD, ESCOLA DE TALENTOS
O Colégio Nossa Senhora das Dores não faz apenas o ranking de alunos, mas, sobretudo, desenvolve talentos. Essa constatação se renova neste início do ano, com os pais percebendo a educação humanizadora e supermoderna praticada ali. Parabéns, diretora Marta Queiroz Fabri e equipe!

 
   
 
 Colégio Nossa Senhora das Dores não faz apenas ranking de alunos,
mas desenvolve talentos vencedores
 

 

 Fotos/Flávia Carvalho  
 
 Linda Júlia fez um ano e ganhou festa colorida dos pais, Edina e
Guilherme Silva Árabe
 

 

   
 
 Júlia com os pais e os avós, Ana Lúcia e Miguel Árabe Neto, na
bem-produzida festa de aniversário
 

 

   
 Reginaldo Pereira vai expor
na Bélgica
Adriano Furini, na Mocidade Independente

 

   
 
 Espetacular Carro do Zebu, um dos destaques do desfile da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, na Marquês de Sapucaí  

 

   
 
Maria Cândida fez 30 anos e comemorou a data com a filha Maria Alice
e o marido, Marcelo Santana
 

 

 SALVE A MOCIDADE
JÁ ERA manhã de 12 de fevereiro, quando a Mocidade Independente de Padre Miguel entrou no Sambódromo, ovacionada pela multidão. Foi a última escola a desfilar e com interesse particular para Uberaba. Uma ala e imenso carro alegórico homenageavam o zebu, no desfile que tinha a Índia como tema. Uberabense José Otávio Lemos foi um dos três responsáveis pelo enredo.

 

   Sandro Neves
 José Otávio Lemos, no carro
da Mocidade
Sociedade retorna à agência social, o que inclui conferir novidades que aportam na Ivalda Modas

 

A PAZ POSSÍVEL
CONTINUA surtindo efeito a abertura das Olimpíadas de Inverno, que deram destaque à Coreia do Norte e à Coreia do Sul. Mais uma vez, o esporte é instrumento de união entre extremos opostos. O procedimento se repetirá no encerramento dos belíssimos jogos e pode ser a chave de abertura para entendimento entre as duas partes de um mesmo país. Para Kim Chol-hak, embaixador no Brasil da Coreia do Norte, “a relação entre as Coreias pode ser resolvida se os sul-coreanos tomarem as suas próprias decisões”. Ainda para ele, “Seul está forçada a escutar os americanos e os japoneses”. Já o embaixador do Sul, no Brasil, Lee Jeong-gwan, “o problema é se a outra parte, o lado americano (leia-se Estados Unidos, que são contrários à união pelo desenvolvimento de artes nucleares do Norte), estaria disposto a ficar cara a cara com os norte-coreanos”. • Ver as duas Coreias na dependência dos Estados Unidos para a paz ou a guerra entre si nos faz lembrar da presença do embaixador da Inglaterra à reunião dos representantes do Brasil, Uruguai e Argentina na decisão sobre a Guerra do Paraguai. O que ele estava fazendo lá?

 

TAPETE VOADOR

• A Forma da Água – Com 13 indicações para o Oscar, o filme de Guillermo del Toro já está em exibição na cidade. 

• Efeitos lindos – Para o escritor Cristão Tezza, “é impressionante como esse filme expressa o estado de horror ao sexo do feroz puritanismo (vagamente feminista) contemporâneo. Praticamente todos os homes do filme são monstros, enquanto o réptil das águas, por ser “natural”, representa um nirvana além do humano e só a ele a boa moça se entrega, praticando a zoofilia do bem”.

• Telemarketing – Ainda no papel, a Lei que reduz chatice do telemarketing pode virar realidade. Oba!

• Expondo na Europa – Talentoso pintor de paisagens que evocam aves e plantas dos trópicos, Reginaldo Pereira mostrará suas telas na embaixada do Brasil em Bruxelas, Bélgica, dia dois de março. Uberaba exporta talentos e a gente aplaude, assim como faz sua também talentosa aluna, Andrea Fabri Nascimento, fã ardorosa do mestre.

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018