Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
FALA DEPUTADO
Tamanho do texto: A A A A
FALA DEPUTADO
29/01/2017
Marcos Montes Cordeiro

Compartilhar:



 “A Lava-Jato tomou um rumo tal, que independe hoje, de pessoas, lugares, datas, interesses; só depende da vontade popular...”


Sejam bem-vindos!. Abro a edição de hoje refletindo com vocês sobre a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki e a relatoria dos processos da operação Lava-Jato, tema que movimentou e continua movimentando as redes sociais e a imprensa brasileira – e até a imprensa internacional –, não apenas pelo impacto da morte prematura e pela importância do ministro para o mundo jurídico, mas também, e acima de tudo, por causa da sua relação com a Lava-Jato.

Obviedade. Lamento profundamente a morte de Teori Zavascki e reconheço que a seriedade e independência com que ele cuidava dos assuntos da Lava-Jato são exemplares. Entretanto, em nenhum momento tive dúvida quanto ao prosseguimento dos processos. Pelo contrário. Previ desde a morte do ministro, que nada e ninguém impediriam o andamento natural dos processos, inclusive com possibilidade de serem acelerados.

Irreversível. Reafirmo o que eu disse em várias oportunidades e sob circunstâncias as mais diversas: a Lava-Jato é intocável, é inabalável, é irreversível. A operação tomou um rumo tal, que independe hoje, de pessoas, lugares, datas, interesses, ou qualquer coisa que seja. A Lava-Jato está hoje atrelada a um único fator: à vontade popular. Enquanto a sociedade brasileira estiver defendendo as investigações, então não há que se falar em possibilidade de engavetamento.

Omissão. Por outro lado, admito que estou assustado, a exemplo de toda a população brasileira, com os acontecimentos envolvendo o sistema prisional do país. A superlotação, a precariedade física e moral são problemas graves, mas são apenas alguns entre tantos que vieram a público nas últimas semanas. Fica evidente que nada foi feito nos dois governos anteriores para que o sistema fosse melhorado.

Providências. A situação exige providências urgentes, que incluem, entre outros objetivos, implementar um Poder Judiciário mais ágil e diligente; a criação de penas alternativas para crimes de natureza leve; a construção de penitenciárias agrícolas onde os presos menos perigosos possam trabalhar e ajudar no sustento de suas famílias, e que, de quebra, fiquem afastados dos criminosos violentos.

Pressa. Com certeza, o sistema prisional será prioridade na Câmara dos Deputados, ganhando atenção especial já na semana de retorno às atividades normais.

HOMENAGEM. Imprensa de Uberaba teve livre acesso ao encontro entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o líder eleito da bancada do PSD, Marcos Montes, conforme flagrante de Marco Aurélio Ferreira Cury

Fim do recesso. E por falar no retorno pós-recesso parlamentar, eu não poderia deixar de lembrar que às 9h do dia 2 de fevereiro vamos iniciar a eleição para o preenchimento dos 11 cargos que compõem a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados: o presidente, dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes.

Deferência. E aproveito para agradecer a deferência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), em se deslocar até Uberaba, MG, para se reunir comigo e ouvir a decisão oficial da bancada do PSD sobre a disputa do principal cargo da Mesa Diretora. Com isso, ele me permitiu render homenagens a esta cidade tão importante para mim e à imprensa que tanto a orgulha e a enobrece.

Homenagem. Tenho o maior respeito pela imprensa brasileira e a considero, de um modo geral, o verdadeiro alicerce da nossa democracia. Mas quis, com a reunião do dia 24 de janeiro, terça-feira, envolver a imprensa de Uberaba diretamente no processo de escolha da presidência da Câmara dos Deputados.

Destaque. Independentemente do mérito da reunião, os veículos de comunicação e os jornalistas de Uberaba tiveram a oportunidade de participar deste momento da história. Além disso, é uma alegria ver Uberaba se destacar politicamente em nível nacional.


*Marcos Montes é deputado federal, vice-líder e líder eleito da bancada do Partido Social Democrático (PSD); presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA); fundador e presidente do PSD de Uberaba, cidade onde tem domicílio eleitoral e foi prefeito em duas gestões. Ele escreve esta coluna semanalmente

 







EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Petrobras divulgou recentemente novos aumentos para o gs e tambm para os combustveis. Porm, o que se viu na prtica foram aumentos muito superiores s alquotas divulgadas pela estatal, deixando o consumidor preocupado. Na sua opinio, quem deve fiscalizar esses aumentos?








JM FORUM
Vereadores encaminharam ofcio ao governo estadual requerendo a instalao de mais cmeras do Olho Vivo nas imediaes da praa Frei Eugnio, no centro, e na avenida Ablio Borges de Arajo, na Abadia. Voc acredita que esses so pontos onde, de fato, h necessidade de instalao de monitoramento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017