Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 09/09/2015

 
ESPECIAL
Tamanho do texto: A A A A
ESPECIAL
09/09/2015

Compartilhar:


OUTRAS COLUNAS



 Dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estática (IBGE) em 28 de agosto deste ano apontam o segundo trimestre de recessão no país. Já sentido no mercado, o momento econômico difícil começa a refletir dentro das casas dos brasileiros.

A reportagem do JM Online conversou com a jornalista Míriam Leitão durante lançamento de seu livro no Festival Literário de Araxá. Na publicação, ela traz análise do cenário econômico do país por quatro anos e, com diversas entrevistas e pesquisas feitas com especialistas, a jornalista se gabarita a avaliar o futuro do país.

Leia também: Saia do vermelho

A crise dentro de casa
A jornalista acredita que a crise chega a ser sentida de diversas formas no âmbito doméstico. “Temos a inflação. Todos que estão fazendo compras estão sentindo claramente que fica mais difícil comprar os mesmos produtos a cada mês. Observamos também jovens, que até recentemente estavam muito mais dedicados à sua formação, agora estão indo para mercado de trabalho por causa do momento de insegurança”, explica.

A jornalista avalia que o momento de recessão é a hora certa para as famílias avaliarem o seu investimento com maior cuidado e estratégia. Nesse sentido, ela aconselha ter cautela para evitar o endividamento, sobretudo para os imprevistos, que podem se tornar um problemão no orçamento doméstico. Por outro lado, ela lembra que famílias que possuem alguma reserva monetária podem encontrar bons negócios, devido à queda de preços.

Queda e Ascensão
A jornalista prevê que a recessão deve durar pelo menos dois anos. Em sua avaliação, a situação econômica do país já podia ser prevista. “O governo tomou uma série de decisões erradas, adotando políticas de aumentar gastos e de evitar a inflação. Não se pode pegar o preço e jogar para debaixo do tapete por que ele vai voltar”, pontua.

Mesmo com o período prolongado de recessão, Miriam ainda guarda boas expectativas para o futuro do país, enfatizando ser importante olhar mais adiante. “Nós temos um país com muitas potencialidades para o século XXI. Nós não podemos ficar só pensando em crise e olhando para o buraco. A gente tem que se animar, olhar para adiante e ver quais são as chances que temos. Nós não vamos, por causa de uma crise, perder um país”, finaliza.







San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018