Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 07/02/2018

 
ESPECIAL
Tamanho do texto: A A A A
ESPECIAL
07/02/2018

Compartilhar:


OUTRAS COLUNAS



 


Mude seus hábitos

A falta de tempo quase sempre é desculpa para postergarmos os cuidados com a nossa saúde e bem-estar. Porém, se arrumamos tempo para viajar, ir ao cinema ou ao clube, precisamos arrumar um espacinho no dia para nós mesmos e nos conscientizarmos de que um estilo de vida mais saudável exige mudança de hábitos e consciência sobre nossas ações do dia a dia. Adotando hábitos saudáveis, podemos manter a saúde física e mental, melhorar a autoestima, eliminar riscos de várias doenças e até aumentar nossa expectativa de vida. Acredite: nosso corpo reage de acordo com o tratamento que recebe. E para quem deseja viver mais e envelhecer com saúde, a hora de mudar os maus hábitos é esta.

 
Hábitos para uma vida saudável
 
 
   
  Perder peso não é difícil quando se leva a dieta a sério. Mas, para evitar o efeito sanfona, é preciso mudar de vez os hábitos alimentares e abandonar o sedentarismo. A nutricionista Márcia Zaidan dá dicas para quem está disposto a mudar de vida e a adotar uma alimentação mais saudável. Veja:
 
   

 

 

O que você pode fazer para viver melhor

Mudar de hábitos não significa apenas adotar uma alimentação adequada; exige outras posturas, que vão desde rotina de exercícios físicos à organização em casa e no trabalho. Veja o que você pode fazer por seu corpo e sua mente:

1. Mexa-se mais – Dê prioridade às escadas, pois isso tonifica os músculos da perna e garante melhor ritmo cardíaco. Incorpore a caminhada no seu dia. Lembre-se: o exercício ajuda a aumentar a energia e a controlar o peso e, também, reduz o estresse.

2. Coma menos – Nosso corpo não precisa de tantas calorias assim. Comer menos não sobrecarrega o seu sistema digestivo, além de melhorar o seu nível de energia. O lema é comer de tudo e em pouca quantidade.

3. Priorize um bom sono – Cada vez mais se fala na importância de se ter um sono de qualidade. O sono é essencial para a saúde mental, da pele, para combater infecções e evitar a obesidade.

4. Previna-se –
É importante a realização de check-ups todos os anos. Manter a rotina de consultar o médico e fazer exames de sangue e outros é importante.

5. Tenha seu tempo – Mais do que apenas sua saúde física, é necessário que você descanse sua mente. Escolha uma atividade que lhe dê prazer, como ouvir música, cuidar de plantas, sair com os amigos. Evite assumir mais compromissos do que é capaz de realizar no dia. Tenha consciência das suas limitações pessoais.

6. Relaxe – Procure observar seu nível de estresse para que ele não acabe com a sua saúde. O estresse pode causar úlceras, insuficiência cardíaca, contribuir para a hipertensão. Procure levar a vida com mais leveza e bom humor. Isso não só afetará o ambiente em sua volta, mas também beneficiará sua saúde.

7. Organize-se – Adote o hábito de guardar as coisas no mesmo lugar. Isso facilita para a hora em que precisar delas. A organização também reduz o estresse e a ansiedade, dando a qualquer um uma sensação maior de controle do próprio tempo.

8. Tenha atitude – Se o seu trabalho o deixa infeliz, procure outro, imediatamente. Tente eliminar da sua rotina tudo (ou o máximo possível) que lhe causa infelicidade, intranquilidade e aborrecimentos.

9. Seja positivo – Tente enxergar os fatos pelo melhor ângulo. Pessoas negativas tendem a sofrer mais e a somatizar os problemas, com reflexos negativos para o organismo. Reclame menos. Aceite com humildade e resignação o que você não pode mudar. Adote uma postura positiva diante da vida.

10. Exercite o cérebro – O hábito da leitura é fundamental para manter o bom funcionamento do cérebro por toda a vida. Desafie sua memória com palavras cruzadas, caça-palavras, etc. Trabalhe seus sentidos. Afinal, uma vida longa e saudável depende de um corpo inteiramente apto para exercer todas as suas funções.
 

 
 


Qualidade de vida sob a ótica da nutrologia

Embora seja recente, a nutrologia é a especialidade médica que estuda, pesquisa e avalia os benefícios e malefícios causados pela ingestão dos nutrientes, aplicando este conhecimento para a avaliação de nossas necessidades orgânicas, visando a manutenção da saúde e redução de risco de doenças, assim como o tratamento das manifestações de deficiência ou excesso.

O acompanhamento do estado nutricional do paciente e a compreensão da fisiopatologia das doenças diretamente relacionadas aos nutrientes permitem ao nutrólogo atuar no diagnóstico, prevenção e tratamento destas doenças, contribuindo na promoção de uma longevidade saudável. A nutróloga Danielle Mendes explica como é possível mudar seus hábitos e ter melhor qualidade de vida. 

JM – Sob a ótica da nutrologia, quais os hábitos alimentares que as pessoas devem mudar para ter uma vida saudável?  
 
DANIELLE MENDES – Basicamente buscar  comida de verdade e fugir de industrializados, além de ter uma rotina de exercícios, incluindo musculação (cada caso é um caso). Trocar os pães por ovos no café da manhã. Consumir aveia, linhaça, chia, quinoa ou amaranto  no lugar de sucrilhos e granolas. Trocar as quitandas da tarde por receitas funcionais com abacate, coco e castanhas. Trocar os sucos por frutas. Acrescentar o limão no dia a dia.  Não trocar o jantar por lanche, porque estará trocando vegetais, proteína e gordura boa por pães. Fugir de produtos light e diet. 

JM – Quais alimentos são proibidos nesse caso? 
DANIELLE MENDES – Doces, industrializados, farináceos, leite, óleos vegetais, como soja e canola, e adoçantes artificiais. 
 
JM – Por outro lado, quais os alimentos que devem ser introduzidos e que comumente não ingerimos?
DANIELLE MENDES – As gorduras boas são os alimentos de que mais as pessoas têm medo. Mas são fundamentais para a saúde, inclusive do coração. São elas: abacate, castanhas, coco, azeite, óleo de coco.  Trocar os adoçantes artificiais pelos naturais, como stevia e xilitol. Acrescentar os leites vegetais (coco e castanhas). Trocar os óleos vegetais por azeite, banha de porco e óleo de coco.

Coadjuvantes poderosos
 
“A acupuntura tira a fome e a ansiedade, que são as principais causas da ingestão excessiva de alimentos e consequente ganho de peso”, assegura o especialista Carlos Alberto Jacob. Segundo ele, não há contraindicação para a acupuntura e até grávidas podem se beneficiar dessa técnica milenar. “Associamos a acupuntura a uma dieta de baixa caloria e nunca usamos medicamentos”, ressalta.
 
Igualmente poderosos, os medicamentos naturais são fortes aliados de um estilo de vida saudável. A fitoterapia e a homeopatia utilizam métodos alternativos, criados para tratar doenças de diversas origens a partir de soluções naturais, ou seja, sem a utilização de técnicas farmacológicas ou elementos industrializados. No caso específico da homeopatia, acredita-se que é possível obter o equilíbrio das energias reguladoras da saúde. “O uso tanto da homeopatia quanto da fitoterapia permite que o organismo se sinta mais resistente”, revela Marcial de Oliveira, farmacêutico bioquímico e terapeuta holístico. Além disso, ele ressalta que essas terapias são capazes de fortalecer o organismo e prevenir diversos problemas, conferindo à pessoa um corpo saudável.
 






San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018