Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 03/03/2017

 
POLÍTICA
Tamanho do texto: A A A A
POLTICA
03/03/2017

Compartilhar:


OUTRAS COLUNAS



 Cinco comissões especiais da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) elegeram seus respectivos presidentes e vice-presidentes. Quatro delas foram criadas para emitir pareceres sobre vetos a proposições de lei e uma para analisar a indicação de Rodrigo Melo Teixeira para o cargo de presidente da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam).

A comissão que vai apreciar o Veto Total à Proposição de Lei 23.330, o qual incide sobre requisitos para a cobrança de pedágio em rodovias, elegeu os deputados Tadeu Martins Leite (PMDB) e Durval Ângelo (PT) para os cargos de presidente e vice-presidente, respectivamente. A matéria teve origem no Projeto de Lei (PL) 1.588/15, do deputado Carlos Pimenta (PDT), e altera a Lei 14.868, de 2003, que instituiu o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas (PPPs), para estabelecer condições para a cobrança de tarifa nos contratos de concessão de rodovias.

Os deputados Tadeu Martins Leite e Antonio Carlos Arantes (PSDB) foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente da comissão que vai analisar o Veto Total à Proposição de Lei 23.331. Ela se refere a orientações de segurança e procedimentos de emergência em eventos. Também foi designado como relator do veto o deputado Durval Ângelo.

Já a comissão que vai analisar o Veto Total à Proposição de Lei 23.394 terá os deputados Fábio Cherem (PSD) e Tadeu Martins Leite como presidente e vice-presidente, respectivamente, além do deputado Durval Ângelo como relator da matéria. A proposição se refere ao Código de Ética e Disciplina dos Militares e é derivada do PL 780/15, do deputado Cabo Júlio (PMDB).

A comissão que vai deliberar sobre o Veto Parcial à Proposição de Lei 23.402 será encabeçada pelos deputados Tadeu Martins Leite e Antonio Carlos Arantes, eleitos presidente e vice-presidente, respectivamente. Como relator da matéria também foi designado o deputado Durval Ângelo. A proposição incide sobre as condições de permuta de terreno do Estado em Passos (Sul de Minas) por dois imóveis particulares localizados no mesmo município.
Por fim, a comissão que vai analisar a indicação de Rodrigo de Melo Teixeira para o cargo de presidente da Feam terá como presidente e vice-presidente os deputados Tadeu Martins Leite e Dilzon Melo (PTB), respectivamente, além do deputado Durval Ângelo como relator.







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018